Buscar
  • Carlos Mossoró

Rap da Cidade da Beira é celebrado em Festival Decolonial de Rap com vários países

Uma cidade destruída pelo Ciclone Idai em 2019. Essa é a única imagem que muitas pessoas têm da Cidade da Beira, em Moçambique. O município foi completamente alagado e parcialmente em março de 2019 e necessitou de ajudas humanitárias (vulgo indenização pela destruição causada pelos grandes países) de vários locais. Muitas vezes vista como uma cidade irrecuperável.

Uma cidade que produziu instrumentais “beats” autênticos e expande muito rap reflexivo e de intervenção social. Essa é a imagem que o 1º Festival Decolonial de Rap pretende mostrar da cidade da Beira, o quarto maior município de Moçambique e capital do distrito de Sofala.

A homenagem acontecerá no dia 29 de julho de 2020, na abertura do Festival Decolonial de Rap, que reunirá prioritariamente os países que foram colonizados por Portugal, mas há uma ligação também por outros 20 países pobres.

Essa homenagem chamada de “Cidade da Beira, Capital do Instrumental” pretende mostrar que o município é o que mais contribuiu para o Barras Maning Arretadas chegar a 27 países e 180 rappers. Dos 11 beatmakers no projeto, quatro são da cidade da Beira: D2K, Nova Ka7, Carina Houston e Dedecco. Haverá assim a sessão de expobeats desses beatmakers e shows dos rappers Av Sistematic, Kuatro Ases e ThreeB, todos da cidade da Beira.

Por atuar como rapper e beatmaker, Carina Houston será a comentarista durante a sessão de homenagem. Carina é a única beatmaker mulher que colaborou com o Barras Maning Arretadas.

Programação

Quarta-feira (29/07)

Debate “Arte e Academia: O rap e o slam nos corredores da academia?” (13h do Brasil, 17h de Portugal e Angola, 18h de Moçambique):

Convidadxs: Eduardo Taddeo (Brasil), Renan Inquérito (Brasil), Karlla Souza (Brasil), Janne Rantala (Finlândia/Moçambique), 1000ton Nkanzale (Angola) e Sara Araújo (Portugal). Moderação: Cláudio Bantu (Universidade Hip Hop). Homenagem especial a Cidade da Beira, com expobeats e shows:

(16h do Brasil, 20h de Portugal e Angola, 21h de Moçambique):  Expobeats de Carina Houston, Dedecco, Kems e D2K. Pockets shows dos artistas da Beira Kuatro Ases, Av Sistematic e ThreeB. “Espaço Mossorófono”.

(18h do Brasil, 22h de Portugal e Angola, 23h de Moçambique):  Carlos Mossoró convida Amém Ore (Natal/Brasil), Miguel George (Soyo/Angola), Bianca Cardial (Mossoró/Brasil), Luciana Carmo (São Paulo/Brasil), Toxyna (Famalicão/Portugal), Young Prekkah (Maputo/Moçambique), Kardinal MC (Cabinda/Angola) e Inspector Desusado (Chimoio/Moçambique).

3 visualizações

Posts recentes

Ver tudo